VIDA ECOLÓGICA 

 

20.05.2019 – Abolir o uso do Glifosato

 

Já existe uma panóplia de estudos acerca dos malefícios do uso do Glifosato, inclusive tribunais a decidir a favor de pessoas que contraíram cancro após exposição contínua a este herbicida internacional, contudo em Portugal, de 308 Municípios apenas 15 estão livres deste químico!!! Sendo os restantes 293 consumidores e aplicadores frequentes deste produto na terra, ar e águas circundantes, tornando-se agentes indirectos de propagação de doenças à população!!!

 

Hoje acabei de vir de uma reunião aberta na Câmara Municipal de Arruda dos Vinhos, onde foi filmada a aplicação de Glifosato junto a uma escola e zonas públicas, então um pequeno grupo de cidadãos juntou-se e foi expor o seu  desagrado perante as entidades competentes, pois o importante é que cada um de nós enquanto cidadão cumpra o seu papel e se dirija à sua instituição política local (Junta de Freguesia ou Câmara Municipal) e exponha o caso, traga essa situação para a mesa de debate e que se façam mudanças AGORA para o BEM MAIOR! Se conheces vizinhos ou amigos que utilizam este produto, sensibiliza-os também! Não fiques indiferente a algo que nos está a matar lentamente a todos, é importante cada um de nós fazer a diferença e dizer publicamente que não apoia nem autoriza a continuação de utilização de veneno no seu local de residência – o planeta TERRA :)

 

Vim feliz porque pelo menos esta Câmara em questão já tem orçamento para investir em equipamento para monda térmica e pretende juntar-se aos municípios que já aboliram esta prática! Agora é ficar de olhos nas continuações e agir junto de outras localidades!

 

Nunca quis ser activista, até ter uma filha que querer que ela tenha um planeta saudável para crescer e se desenvolver, hoje em dia quero diminuir cada vez mais a minha pegada ecológica e proteger a Terra que nos dá casa a todos! É claro que inevitavelmente tenho de colocar a minha voz no mundo e alertar para as mudanças necessárias para todos, tornando-me cada vez mais activa enquanto cidadã do mundo!